Fantasia e Objectividade nos Descobrimentos

Fantasia e Objectividade nos Descobrimentos

  • $81.00
  • Poupe $8
Taxas incluídas. Portes de envio calculados no pagamento.


Uma coedição da Alêtheia e Franco Maria Ricci para a Fundação Champalimaud, este ano dedicada à relação entre a utopia, o sonho e a imaginação que levaram os portugueses pelo mundo, e a ciência que inevitavelmente sofreu enormes avanços em todos os seus domínios graças a essa aventura.
Da obra fazem parte, desde a tradição dos amazonas aos unicórnios, ao imaginário dos monstros que precederam a epopeia mas que continuaram a fazer dela parte, assim como o contributo que os portugueses deram à ciência mundial.
O texto é da autoria de Vasco Graça Moura e Martim de Albuquerque e as fotografias do italiano Alfredo Dagli Orti (também autor das fotos de A Colecção Champalimaud). O design tem a excelência da Franco Maria Ricci.

Martim de Albuquerque é Doutor pelas Universidades Complutense de Madrid e de Lisboa, Professor Catedrático de Ciências Histórico-Jurídicas da Faculdade de Direito de Lisboa, membro da Academia Internacional da Cultura Portuguesa, da Academia das Ciências de Lisboa e de outras instituições científicas nacionais e estrangeiras.  As suas obras foram galardoadas múltiplas vezes, nomeadamente com o Prémio Nacional de História, o Prémio Gulbenkian de História — que lhe foi atribuído quatro vezes —, o Prémio Laranjo Coelho e o Prémio D. João de Castro da Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses

Vasco Graça Moura é autor de uma vasta obra literária. Recebeu os principais prémios literários portugueses, como o Prémio Pessoa (1995), o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores (1997), o Prémio de Poesia do PEN Club (1994), o Grande Prémio de Tradução do PEN Club (1996) e o Prémio Jacinto do Prado Coelho da Associação Internacional de Críticos Literários (1986).


Também Recomendamos