Era Uma Vez... a Revolução

Era Uma Vez... a Revolução

  • $13.00
  • Épargnez $3
Taxes incluses. Frais de port calculés à la caisse.


«Tinha 15 anos quando o assassinato de um estudante, Ribeiro Santos, catalisou os sentimentos difusos de revolta que eu já sentia e me levou a tornar-me primeiro num activista das associações de estudantes, logo a seguir num militante radical. (...)

Este livro conta a história desses oito anos. Ou, para ser mais exacto, as minhas memórias do que como vivi esse período. São naturalmente memórias pessoais, informadas pelo meu próprio olhar e apenas por ele. (...)

Esta é, no essencial, a história de um jovem que cresceu num Portugal claustrofóbico, que se indignou com a pobreza e o atraso, que se revoltou com a falta de liberdade e a repressão, e que acreditou que mudar o país e o mundo de acordo com uma utopia perfeita estava à distância de uma revolução. (...)

Os anos em que fui um «soldado da revolução» foram de uma intensidade inimaginável. Compreenderam os tempos da degenerescência final do marcelismo, os anos da revolução iniciada com o 25 de Abril e os tempos da busca de uma normalidade democrática possibilitados pelo 25 de Novembro.»

José Manuel Fernandes, in Prólogo

Livro também disponível em formato ebook

 

José Manuel Fernandes nasceu em Lisboa em 1957.  Estudou no Liceu Pedro Nunes, envolveu-se no movimento associativo dos estudantes ainda antes do 25 de Abril e começou a trabalhar como jornalista em 1976. Frequentou entre 1980 e 1984 o curso de Biologia da Faculdade de Ciência da Universidade de Lisboa.

Depois de uma passagem pelo semanário Voz do Povo, trabalhou na década de 80 no semanário Expresso, de onde saiu em 1989 para fundar o jornal Público, cuja direcção integrou durante 20 anos, onze dos quais como director até Outubro de 2009. 

É ainda professor convidado do Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica. É casado e tem dois filhos. É também autor de "Diálogo em tempo de escombros, um diálogo com D. Manuel Clemente", e "Liberdade e Informação", um ensaio para a Fundação Francisco Manuel dos Santos.

É fundador e Publisher do jornal Observador.


Nous vous recommandons également